Software Help Desk e Service Desk

Que tal em 2018 pensar seriamente em outsourcing dos serviços de TI?

12 de janeiro de 2018 em Blog, Como fazer, Produtividade, Software

Outsourcing significa,  fonte externa, referindo-se ao uso estratégico de profissionais e serviços de empresas terceirizadas em auxílio à uma empresa, esse modelo de contratação pode ser usado em diversos tipos de serviço, mas no caso específico do outsourcing dos serviços de TI, terceiriza-se a infraestrutura de TI.

Incluindo a gestão, o controle e a manutenção dos sistemas de informação, além do fornecimento de profissionais especializados.

Neste artigo vamos trazer a definição correta dessa prática, além de mostrar as vantagens que uma empresa pode alcançar por meio da implementação de uma terceirização de TI.

Outsourcing dos serviços de TI e terceirização: a mesma coisa ou totalmente diferentes?

Ambas práticas visam repassar a responsabilidade pela prestação de serviços a terceiros, porém, a diferença entre ambas se encontra no fato de que a terceirização trata de serviços considerados braçais.

E nessa definição entram serviços como segurança e vigilância, portaria, limpeza, entre outros, onde não se exige conhecimentos técnicos específicos para consecução destes serviços.

Já o outsourcing pode ser tratado como o uso estratégico de recursos externos para manter determinados serviços de tecnologia em funcionamento e principalmente garantindo a disponibilidade deles.

Esse uso demanda equipamento, mão de obra especializada e know-how técnico na área de tecnologia da informação.

Importância do outsourcing dos serviços de TI.

Sabemos que o mercado não está para amadores.

Fatores como alta competitividade e rápida mudança da tecnologia, tornam a tarefa de manter-se atualizado acerca das melhores soluções em TI quase impossível para uma equipe interna, que tem de lidar com as demandas de sua organização.

E contar com o auxílio de uma equipe externa formada por profissionais especializados e com grande experiência no mercado, pode ser o diferencial para manter a empresa moderna o suficiente para competir entre as maiores e utilizando as melhores soluções.

Ok, quais os tipos existentes de outsourcing de serviços de TI?

Há 3 categorias mais utilizadas  no outsourcing dos serviços de TI:

1. Offshore outsourcing.

Categoria de outsourcing de serviços de TI mais comum em empresas dos Estados Unidos e Europa.

Basicamente funciona assim: diversos serviços, como desenvolvimento de software, suporte e manutenção, são migrados para outros países onde os custos são bem menores, como a China e a Índia.

No Brasil não é uma das opções mais populares, pois há a barreira da língua, sem falar no choque cultural.

2. Nearshore outsourcing.

Aqui os serviços serão prestados por empresas localizadas em outro país, mais próximas do ponto de origem, com fusos horários parecidos e mesma língua, facilitando a compreensão.

Este tipo também não é bem aplicado ao mercado brasileiro uma vez que países de língua portuguesa se situam em fusos horários bem distantes do Brasil, incapacitando no geral, os esforços de contratação desses recursos.

3. Onshore outsourcing.

Esse é o modelo de outsourcing mais utilizado no Brasil atualmente e o que tem alcançado um maior nível de sucesso entre os adotados por aqui.

Basicamente a empresa especialista em tecnologia da informação que se responsabilizará pelos serviços de TI fica situada no mesmo país, estado ou até mesmo cidade da contratante, facilitando o contato entre as duas.

 A empresa contratada tem horários de funcionamento semelhantes à contratante e encontros recorrentes podem ser realizados para alinhamento de SLA´s revisão de contratos, etc.

Mas quais os benefícios do outsourcing dos serviços de TI?

As companhias que optam por utilizar os serviços de uma empresa parceira para gestão e prestação de serviços de tecnologia da informação podem contar com uma série de vantagens:

a. A sonhada redução de custos.

Ao contratar um outsourcing dos serviços de TI existe a possibilidade de transferir toda a responsabilidade da tecnologia para as mãos da empresa parceira, reduzindo custos com mão de obra especializada e recursos de infraestrutura.

Uma equipe interna mais enxuta acaba minimizando os gastos com pessoal, necessários para lidar com toda a infraestrutura local, sendo possível inclusive, diminuir gastos com treinamentos que deveriam ser realizados.

b. Profissionais com expertise.

Parafraseando o apresentador Fausto Silva: “quem sabe faz ao vivo”.

As empresas especializadas em outsourcing dos serviços de TI contam com os melhores profissionais do mercado, detentores de um bom know-how, construído pela participação em diversos projetos de TI nas organizações com atuação em diferentes nichos de mercado.

Manter profissionais desse gabarito na equipe interna de uma empresa incorreria em grandes gastos de recursos financeiros, além da dificuldade de encontrar colaboradores especializados disponíveis no mercado para contratação.

c. Acesso aos melhores recursos de hardware e software.

Não é novidade para ninguém que manter uma infra de TI atualizada além de complexo é caro.

Ao contar com esse tipo de terceirização dos serviços de TI você terá disponível o que há de mais moderno em recursos de hardware e software disponíveis no mercado.

O que pode vir a ser uma grande vantagem competitiva para a sua empresa.

d. Foco no core business, sem distrações.

Com uma equipe externa especializada se responsabilizando por todo o ambiente de TI, seus colaboradores poderão focar diretamente no negócio da empresa, sem se perder em distrações com os meios tecnológicos.

Seu time de colaboradores gastará energia no desenvolvimento e realização das ações estratégicas, buscando melhores resultados financeiros para a organização.

e. Xô ociosidade, xô sobrecarga de serviços.

O outsourcing dos serviços de TI permite ainda a contratação de trabalhos específicos, evitando a ociosidade ou sobrecarga dos colaboradores de sua empresa.

Por mais que sua organização possa contar com uma grande equipe de tecnologia da informação, é bastante comum que boa parte do tempo, esses colaboradores fiquem “sem fazer nada” devido a falta de demanda, ou pior, com excesso de trabalho em caso de redução do quadro de colaboradores.

O outsourcing dos serviços de TI permite a contratação de serviços para uma demanda específica, ficando livre de custos após a finalização dela, sem que isso resulte em sobrecarga de sua equipe interna.

f. Gestão compartilhada.

A relação entre a empresa contratada e a contratante tem de ser a mais transparente e honesta possível, por isso relatórios de desempenho são essenciais.

Pode-se exigir melhorias e a busca por novas tecnologias com o intuito de otimizar os processos da empresa.

Manter-se atualizado acerca do gerenciamento de TI é importante para que a empresa contratada não acabe por tomar decisões que por assim dizer, contaminem as estratégias da contratante e que não sejam de conhecimento dos gestores do negócio.

Ok, mas quando optar por um outsourcing dos serviços de TI de minha empresa?

A escolha do outsourcing dos serviços de TI tem de ser analisado como um investimento estratégico que se alinha com os objetivos do negócio e cria potencial para a empresa enfrentar mais facilmente as mudanças do mercado.

Nesse contexto, uma série de fatores podem impulsionar a companhia a adotar essa solução, dentre eles destacamos:

a. Precisar reduzir custos!

Que o diga quem sobreviveu a grandes crises, não é mesmo? Uma das primeiras estratégias adotadas por qualquer empresa é cortar custos.

Por meio dos mais diversos processos de análise, gestores rastreiam pontos que impactam negativamente no orçamento da empresa e avaliam a melhor forma de otimizar rotinas, desde que sem comprometer a produtividade interna e a qualidade de seus produtos ou serviços.

O investimento no outsourcing dos serviços de TI, proporciona ao negócio a capacidade de tornar o orçamento da área mais preciso sem que seja necessário mexer em suas políticas de gestão de TI.

A companhia passa a contar, assim, com um time compacto, que sempre corresponderá às necessidades de usuários e profissionais internos, diminuindo gastos com manutenção de recursos que não estão sendo utilizados.

b. Ter uma demanda por rotinas modernas.

A terceirização dos serviços de TI, garante que todos os técnicos e analistas direcionados para as atividades da área tenham a capacidade de adotar uma rotina de trabalho ao mesmo tempo eficiente e inovadora.

Como consequência, a companhia terá uma infraestrutura de serviços e soluções digitais de altíssimo desempenho.

Afinal, combinando flexibilidade e inovação, os profissionais podem atingir suas metas e seus objetivos com muito mais facilidade.

c. Ter a necessidade de ampliar rapidamente o time.

O outsourcing dos serviços de TI também pode ser implementado em empresas que já possuem um time de TI qualificado, mas a situação em específico exige a ampliação do número de pessoas que atuam no setor — nem que seja por um curto período.

Um exemplo do que estamos falando é o caso da migração de sistemas ou a adoção de novos equipamentos.

Essa terceirização acaba tendo um papel importante, permitindo que a empresa amplie rapidamente seu time de TI para conseguir se manter em dia com os prazos, com alta produtividade e sem erros.

Pra finalizar…

A escolha de um serviço de outsourcing é um momento que exige bastante cuidado por parte da empresa.

O processo decisório deve envolver uma longa pesquisa de mercado para garantir que a empresa a ser contratada seja capaz de atender, de fato, aos objetivos do empreendimento.

E uma vez adotado, avalie periodicamente o desempenho dos serviços oferecidos pela empresa, atentando para o cumprimento do SLA.

Gestores que adotam o outsourcing dos serviços de TI obtêm diversas vantagens para seus negócios, permitindo que fiquem focados em seu core business, enquanto têm a seu dispor um suporte técnico e estratégico adequado para o sucesso da empresa.

Experimente e comprove agora mesmo.

Faça como mais de 50.000 pessoas e experimente gratuitamente por 15 dias.
Teste grátis