Algumas certificações para turbinar a carreira de TI.

 Cuidar da carreira é ainda a melhor maneira de se manter valorizado pelo mercado de trabalho e uma das alternativas para tal são as certificações.

Mas antes de investir em capacitação o candidato deve refletir sobre o tipo de qualificação que se está buscando e como isso se alinha a seus objetivos de carreira.

Alguns fatores a considerar:

– Se o certificado é reconhecido ou exigido no seu setor, então vale a pena considerar. Se não, você precisa ter o dobro de certeza que o ele faz sentido no seu plano de carreira antes de se comprometer.

– Em geral, certificados amplos como o CompTIA são mais valorizados que os específicos, a menos que estes estejam relacionados aos fornecedores principais da indústria de TI, como Microsoft e Cisco.

– Certifique-se também de incluir todos os custos de preparação e não só do exame. Descubra se existe alguma condição prévia que exija sua presença em um curso anterior ao exame, por exemplo, para não ser pego de surpresa com custos inesperados.

-Alguns certificados exigem passar tempo considerável familiarizando-se com o hardware ou software em questão. Se você não tem acesso ao que é requisitado em casa ou no trabalho, então pode precisar assistir aulas ou usar um simulador.

São custos que se acumulam, então assegure-se de ter o dinheiro necessário antes de se comprometer.

Bem verdade que uma boa parcela delas são por assim dizer, financeiramente inviáveis para o profissional arcar sozinho com seu investimento, porém com uma ajudinha da empresa (que é uma das grandes beneficiadas, por que não?) talvez o custo possa ser diluído.

Mas afinal, quais as certificações mais apreciadas pelo mercado atualmente? Longe de criar uma lista taxativa, vamos enumerar algumas das certificações mais recorrentes no mercado.

Certificado CompTIA A+

Necessário para configurar e manter os computadores pessoais (incluindo laptops) e habilidades de trabalho móveis. É uma das 17 certificações oferecidas pela CompTIA, uma organização sem fins lucrativos muito respeitada no mercado.

É uma certificação freqüentemente citada como uma exigência. O CompTIA A+ é um pouco mais amplo do que os certificados específicos, não tem pré-requisitos, e é possível fazer todos os seus estudos online ou utilizar livros, sem a necessidade de um instrutor.

Mesmo assim há a possibilidade de fazer um curso presencial, porém, com acessos a hardware e uma rede em casa ou no trabalho para manter o treinamento prático.

Certificação MTA

A MTA é uma certificação opcional reconhecida pelo setor para os que buscam uma carreira em infraestrutura de TI, design de bancos de dados ou desenvolvimento de software utilizando tecnologias Microsoft.

É possível obter a certificação MTA realizando um exame nos setores de infraestrutura, banco de dados ou desenvolvimento, dependendo dos interesses e objetivos profissionais do candidato.

É indicado para os mais iniciantes ou para os que desejam reciclar seus conhecimentos atuais.

Certificação VMware

Ajuda a desenvolver e reconhecer as habilidades e experiências necessárias para criar, operar e desenvolver com eficiência um ambiente de Nuvem. Oferece conhecimento em três áreas: virtualização de Data Center, Cloud e Mobilidade de força de trabalho.

A VMware oferece um programa de capacitação online para cada um desses assuntos.

Cisco Certified Entry Networking Technician (CCENT) / Cisco Certified Network Associate (CCNA) Routing e Switching ou CompTIA Network +

Os produtos da Cisco são fundamentais para a vida profissional de qualquer especialista. A certificação CCENT valida as habilidades necessárias para as posições de suporte de rede, como habilidade para instalar, operar e solucionar problemas em redes de pequenas corporações, incluindo segurança básica de rede.

A certificação CCENT é a primeira etapa para a certificação CCNA Routing e Switching, que abrange redes de corporações de médio porte com conexões de maior complexidade.

Para esses certificados, a Cisco recomenda que se tenha de um a três anos de experiência na área. O CCNA é comumente combinado com a CompTIA Network +, que incide sobre um conjunto mais amplo de competências.

Cerca de dois terços do CCNA também carregam a Network +, de acordo com a Global Knowlege.

ITIL Foundation

A sigla ITIL significa Information Technology Infrastructure Library, ou, traduzido: Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação.

A ITIL define boas práticas para o gerenciamento de serviços de TI, ou seja: o que as organizações fazem para obter eficiência e eficácia em seus serviços da área.

Existem quatro níveis de certificações na ITIL, com variados módulos: fundamentos, intermediário, expert e master. A prova da ITIL Foundation pode ser realizada em casa, com o acompanhamento online de um tutor.

Projeções de consultorias em RH como Michael Page, Hays, Randstad Technologies, Robert Half e CTPartner sinalizam que o mercado de trabalho na área de TI continuará aquecido em 2014.

Pesquisas e guias de salários para 2014, divulgados por essas empresas, apontam aumento das contratações e das remunerações para talentos qualificados.

Na hora de escolher as certificações para alavancar sua carreira, os especialistas podem levar em conta que estarão em alta profissionais com conhecimento de bancos de dados, redes móveis, infraestrutura, segurança da informação e desenvolvimento de software.

Esses profissionais estarão entre os mais procurados para atender projetos de Big Data e mobilidade. Os mais assediados serão os que conhecem bem tecnologia e estratégias de negócios.

Certified Information Systems Security Professional (CISSP) -(ISC)²

É uma das principais certificações de segurança. Foi a primeira que atendeu aos requisitos da rigorosa ISO/IEC 17024. Focada para profissionais da Segurança da Informação, cobre tópicos críticos de segurança atual, incluindo computação em nuvem, segurança móvel e de apps mobile, gestão de risco, entre outros.

Para que você consiga o certificado, é preciso ter desempenho de 70% no teste, que é formado de 250 questões de múltipla escolha. Ah, e um detalhe importantíssimo: o candidato não pode ter antecedentes criminais.

Cisco Certified Internetworking Expert – Routing eSwitching

A Cisco oferece certificações excelentes para os candidatos. Essa de Routing e Switching inclui conhecimentos em LAN, Ethernet, TCP/IP, IPv6, OSPF e BGP. Caso consiga obter o certificado, o profissional mostra-se apto para planejar, implementar, verificar e solucionar problemas de redes. É indicada para engenheiros de rede de alto nível que trabalham com estruturas de redes complexas.

VMware VCP-Cloud

Ela habilita o profissional para trabalhar com instalação, configuração e administração de ambientes em nuvem. Ela mostra que você compreende o básico dos conceitos da computação em nuvem, incluindo ambientes públicos, privados ou híbridos e segurança em nuvem.

São poucas as certificações nessa área, então apesar dela ser relativamente nova, é importantíssima. A média de salário para o profissional com essa certificação nos Estados Unidos é de 110 mil dólares anuais.

Project Management Professional, da PMI (Project Management Institute)

Uma das áreas mais importantes de TI é a de projetos – e está sempre precisando de bons gerentes. Essa certificação habilita o profissional a se tornar um gerente de projetos.

Para fazer a prova, é preciso comprovar experiência de 4.500 horas nos últimos 6 anos para a categoria I e 7.500 horas nos últimos 8 anos para a categoria II.

 PMP (Project Management Professional)

Gerentes de projetos qualificados são uma tremenda necessidade para os empregadores, tornando a certificação PMP muito atraente. Ter esta certificação permite que os candidatos a emprego comandem um salário mais alto e abram oportunidades de trabalho que não estariam disponíveis sem ele.

Para solicitar a certificação PMP, você deve ter cinco anos de experiência em gerenciamento de projetos com um diploma ou grau de associados, mais 7.500 horas dirigindo um projeto e 35 horas de educação de gerenciamento de projeto.

CCNACisco Certified Network Associate

A certificação CCNA é de nível de entrada para os engenheiros de rede. Associados certificados têm uma capacidade demonstrada para instalar, configurar, operar e solucionar todas as redes de médio porte que operam em roteadores ou switches.

Para solicitar a certificação CCNA, você deve ter de um a três anos de experiência na área de engenharia de rede.

Microsoft Certified Solutions Developer (MCSD)Ela é feita para os profissionais que criam e implantam aplicações para web e para Windows Phone Apps. A certificação é focada para desenvolvedores com especialização em análise e projeto de soluções empresariais.

É preciso conseguir sucesso em 3 etapas: programação em HTML5, com JavaScript e CSS3; desenvolvimento de aplicações web ASP.NET, MVC 4 e desenvolvimento em Windows Azure e serviços web.

CompTIA Mobility+

É uma certificação embasada na ISO 17024 e aborda gestão de dispositivos móveis, solução de problemas, segurança e infraestrutura da rede. É recomendável que os candidatos tenham experiência de 18 meses no mercado.

São 100 questões de múltipla escolha para serem respondidas em 90 minutos. Como este é um mercado em expansão, com o crescimento do uso de smartphones não só no âmbito pessoal, mas também empresarial, essa certificação coloca o profissional em destaque no desenvolvimento mobile.

Antes de investir tempo e recursos financeiros, tenha em mente que possuí-lo não é garantia de trabalho, mas pode ajudar a sair na frente em relação a outros possíveis candidatos e mais importante, reflita sobre o tipo de qualificação que está buscando e como isso se alinha a seus objetivos de carreira.

(fontes: pmgacademy, computerworld, Cio, portal Gsti)