Como fazer uma eficiente gestão de ativos de TI em sua empresa

Uma gestão de ativos de TI eficiente é um desafio importante para qualquer empresa que busca garantir as melhores práticas e ferramentas para a área, manter-se em constante atualização e dentro das tendências do mercado. Pode ser considerado também como uma prática indispensável para as empresas de TI. 

Mesmo com seu conceito sendo simples, a gestão de ativos de TI possui uma aplicação e execução complexa, podendo envolver algumas vezes, um grande número de ativos que a companhia pode ter e diversos inventários de hardware e software. Quando bem executado, ele garante uma maior vantagem competitiva para a empresa.

E você, gostaria de saber mais sobre como fazer uma gestão de ativos eficiente na sua empresa? Continue acompanhando nossa publicação!

O que é a gestão de ativos de TI?

Por conceito, a gestão de ativos de TI envolve a responsabilidade e a gestão de todos os componentes relacionados com a Tecnologia da Informação dentro da empresa, podendo ser físicos ou virtuais.

Este entendimento sobre gestão de ativos nos leva a outro conceito, o de inventários. E é aqui que são feitos os levantamentos sobre hardware e software para manter organizado tudo o que está sob o controle da organização.

A gestão de ativos de TI é responsável por gerenciar todos os componentes de tecnologia dentro da empresa, desde a sua utilização, localização, estado de conservação e manutenção.

Assim, este importante setor tem uma visualização do estado atual de cada um deles e se torna responsável por garantir o seu bom funcionamento.

>> Saiba mais: SAC 4.0 transformações sociais e a interatividade na web

Inovação do negócio

Esta área também pode ser considerada como principal para garantir um importante pilar na manutenção do poder competitivo da empresa, que é a inovação do negócio.

Estar sempre por dentro das últimas tendências tecnológicas auxilia no fortalecimento da estratégia da empresa frente a consolidação dos sistemas utilizados, uma vez que acarreta em agilidade e economia.

>> Saiba mais: Saiba quando utilizar Chatbot no atendimento aos clientes

Pontos importantes na gestão de ativos de TI

Como toda área que lida com informações de TI, a gestão de ativos também tem pontos importantes que devem ser seguidos como passos para o sucesso da prática.

  1. Mantenha um mapeamento atualizado dos ativos

Ter um inventário de hardware e um de software atualizado e que reflete os itens relacionados ao TI da empresa na sua totalidade é uma excelente forma de alinhar a estrutura de TI em relação aos objetos da organização.

Um mapeamento eficiente dos ativos permite obter os detalhes que interligam os serviços de tecnologia, possibilitando assim uma melhor avaliação dos impactos causados pela área de TI.

Assim, sua performance e resposta as mudanças são consideradas mais eficiente, de acordo com a evolução da gestão de ativos de TI.

  1. O ciclo de vida dos ativos

Esse ponto é importante para manter sempre a qualidade dos ativos a disposição na empresa. Essa prática promove além de uma melhor utilização dos recursos, também saber o quanto o recurso está sendo utilizado e o seu estado de acordo com essa utilização.

Isso evita a redução de produtividade e as improvisações quando algum ativo da empresa está perto do fim do seu ciclo de vida e consegue manter sempre atualizado em termos tecnológicos.

  1. Automatização e integração das informações

O gerenciamento dos ativos de TI ganha muito com a automatização e a integração das informações, principalmente quando são utilizados softwares e agentes para auxiliar nesta tarefa – como o agente de inventário da Milldesk.

Os alertas e notificações podem ser sobre falhas ou modificações feitas nos ativos e concentrando as informações em um só repositório, mantendo todo o setor contextualizado sobre o que está ocorrendo com os seus ativos e integrando as fontes de dados.

Assim, fica mais fácil automatizar o monitoramento da gestão de ativos de TI e o controle correto destes ativos.

>> Saiba mais: Como automatizar processos de TI?

  1. Capacite os colaboradores

Para que todos os pontos positivos acima sejam realmente aplicados e a gestão de ativos de TI se torne eficiente e produtiva para toda a empresa, é necessário que os colaboradores entendam e estejam alinhados com os valores propostos pelos seus gestores. Sendo assim, o treinamento e capacitação dos colaboradores é uma etapa essencial.

Os profissionais então terão propriedade e conhecimento para se posicionar em relação as novas atualizações tecnológicas e as novas tendências do mercado em relação aos novos ativos da empresa. Isso torna os funcionários mais responsáveis pelo que estão fazendo e criem domínio sobre o assunto.

>> Saiba mais: Colaborador que não tem domínio do sistema causa prejuízos.

Próximos passos

Ter uma gestão de ativos de TI eficiente passa tanto pela capacidade de escalar a sua performance de atuação dentro da empresa quanto pela capacidade de responder rapidamente às mudanças do mercado à necessidade dos seus clientes.

Isso faz com que benefícios como redução de custos, menos riscos quanto a falta de segurança e má atuação dos equipamentos e diferencial competitivo no mercado se tornem realidade para a empresa a partir desta gestão correta.

É sempre importante ter um parceiro para incorporar soluções de valor, como uma gestão de ativos de TI eficiente. Para isso, a Milldesk possui o poderoso Invnet (agente de inventário de TI exclusivo) e experiência que podem contribuir (e muito!) com a sua empresa.

Entre em contato com o time de especialistas da Milldesk para maiores informações!