6 Lições da série Lúcifer para você, profissional de serviços de TI!

Que atire a primeira pedra quem ao menos uma vez na semana não reserva para si um dia para assistir algum filme ou série… Aqui no Milldesk o seriado Lúcifer é o mais novo queridinho e rende grandes papos entre a equipe. 

Se para muitos o simples ouvir do nome do “cramulhão”, “tinhoso”, já rende alguns bons “vá de retro”, ao assistir a série você chegará  a sentir uma verdadeira “simpatia pelo demônio”(o da TV, claro).  

Lúcifer é baseado no personagem homônimo saído dos quadrinhos de Sandman, do genial escritor Neil Gaiman e posteriormente ganhou sua própria HQ solo.  

Lúcifer série versus hq. Dicas para quem é profissional de serviços de ti.

Apesar da série em quadrinhos ter seus pontos em comum com a série, ambas possuem algumas grandes diferenças e vale a pena ir atrás (fica a dica!). 

>> Saiba mais: 13 razões de como sua empresa pode reter clientes com uso de Help desk.

Um pouco sobre o enredo, personagens e algumas curiosidades rápidas! 

Basicamente, o enredo da série, apresenta o diabo como um anti-herói, que questiona os desígnios divinos e defende o livre arbítrio entre a humanidade. 

A trama gira em torno do nosso diabinho, Lúcifer Morningstar.

Infeliz, entediado e cansado de governar o inferno, Lúcifer abdica do trono e “desembarca” em Los Angeles com sua fiel escudeira, a demônio Mazikeen e lá passa a gerenciar uma boate, a Lux.  

Só que ele acaba gostando tanto da vida boêmia na Califórnia que decide ficar definitivamente por lá. Depois de um incidente (que não iremos falar), ele se torna consultor civil da polícia de Los Angeles e ajudando a detetive Chloe Decker a solucionar diversos assassinatos. 

O seriado é brilhantemente protagonizado pelo ator Tom Ellis, que interpreta o Lúcifer, Lauren German que dá vida a detetive Chloe Decker, ambos excepcionais em suas interpretações. 

Elenco série Lúcifer Milldesk.

E conta ainda com o ator D. B. Woodside que interpreta o anjo e irmão de Lúcifer Amenadiel, a atriz Lesley-Ann Brandt interpreta Mazikeen, demônia e amiga do mocinho (ou não) da série. 

Por fim, Rachael Harris que interpreta Linda Martin, psicóloga e terapeuta do diabo (sim ele também precisa), que o ajuda com seus problemas interiores, só para destacar alguns personagens. 

Inusitado, polêmico? Até pode ser, afinal, somos super acostumados a ouvir histórias onde o Capiroto é um ser maligno (e não que não seja, não nos entendam mal). 

Mas é preciso que fique claro que no Universo DC, Marvel e Vertigo (responsável pela HQ Lúcifer), a religião cristã é tratada apenas como uma mitologia; assim como a grega, a nórdica, a egípcia e a hindu.

Voltando à série, a trama retrata, digamos, o lado “humano” do personagem, todos os seus dilemas, incertezas… Afinal, quem um dia imaginaria ver o Tinhoso, cão chupando manga, sete peles, fazendo análise? Vale a pena observar todos os conflitos do personagem. 

A série é bastante interessante, além de ação temos muito humor, algum drama, romance e um enredo um tanto diferente da maior parte das séries policiais e vale muito a pena ver. 

E como já é tradição por aqui, sempre que viciamos numa série, filme ou livro, reunimos algumas lições interessantes que qualquer profissional de serviços de TI pode aprender com Lúcifer. Bora ver? 

>> Saiba mais: Lições de Stranger Things para profissionais de TI.

1 – Fale sempre a verdade, profissional de serviços de TI! 

Apesar de seu título teológico nada honroso o descrever como o “Pai das Mentiras”, a recusa da mentira é parte central para a posição moral do personagem.  

Sim, Lúcifer nunca mente. Claro que em alguns momentos ele “trabalha” com a verdade, mas ele efetivamente não mente

Ele se vê como um facilitador neutro ou amoral de forças dentro dos indivíduos, onde o personagem acaba por considerar mentiras como uma corruptora de códigos morais e extremamente degradante

Gif Lúcifer negociando. Dicas para um profissional de prestação de serviços de TI.

Quem diria não é mesmo?   

Mentir para um cliente é uma das piores práticas de atendimento ao cliente e um bom profissional de serviços TI deve evitar a todo custo. 

Ainda que, aparentemente, pareça ser uma boa ideia a curto prazo na tentativa de agradar o cliente. Você nunca deve mentir apenas para apaziguar um cliente, uma hora ou outra a verdade aparecerá.  

Se não souber a resposta, faça um esforço para descobrir, se não puder fazer algo, busque uma alternativa. É preciso que suas palavras combinem com suas ações. Uma relação comercial com o cliente (interno ou externo), afinal, é sobre construir confiança.  

Você também é cliente, imagine como se sentiria se descobrisse que foi enrolado por algum vendedor ou prestador de serviços? Você permaneceria leal a um negócio que engana os seus consumidores, confiaria em um profissional que está mais preocupado(a) em se dar bem do que fazer o que é certo? 

Mentira tem perna curta e mais: de que adianta você se valer desse tipo de expediente se a qualquer momento você pode ser desmentido? 

>> Saiba mais: Como se dar bem na carreira de analista de suporte.

2 – Assim como você, profissional de serviços de TI, Lúcifer sempre cumpre com a palavra. 

Ainda como parte central para o posicionamento moral do personagem, Lúcifer Morningstar sempre cumpre com sua palavra. Embora não seja algo totalmente explícito na série, o personagem Lúcifer valoriza muito uma boa troca de favores e cumpre à risca os tratos feitos

Soa familiar para você que tem de lidar com as expectativas de seus clientes na prestação de serviços de TI

Gif Lúcifer perguntando: "What you really want?"

Como bem sabemos, as demandas aumentam em ritmo geométrico vinda de todas as áreas da organização: do Comercial, RH, Produtos, passando até mesmo pelo marketing

Sem esquecer da alta gestão que sempre necessita de informações, ferramentas e instrumentos para diferenciar a empresa no mercado. E neste sentido, gerir a demanda e os projetos transformou-se em uma disciplina complexa que desafia as capacidades de qualquer profissional de serviços de TI. 

Seja esse profissional prestador de serviços de TI interno, seja prestador de serviços externo (ou terceirizado). 

Talvez uma grande falha das empresas é prometer mais do que realmente podem cumprir. Ainda mais que é muito comum no Brasil, já que temos a cultura do “não podemos perder o negócio”, mesmo que isso signifique prometer além do que pretende entregar. 

Outro traço dessa cultura é sempre achar que tudo vai dar certo. Portanto, se você prometeu entregar em um dia, cumpra

As falhas em cumprir o que promete atingem o centro da capacidade de TI de cumprir o seu papel no negócio com consequências nefastas para o futuro da TI, com restrição de investimentos, imagem ruim perante o negócio, além de restringir o negócio e afastar a TI cada vez mais do negócio. 

Para evitar todos esses problemas, faça o impossível para compensar o cliente e aprenda a não prometer o que não pode cumprir. 

Outras dicas:  

  • Seja sempre claro, objetivo, com a verdade, demonstrando o realizado versus o que deveria ser feito e os indicadores de desempenho
  • Se há pendências, apresente-as, bem como, as mudanças e os riscos, custos e demais fatores envolvidos
  • Tenha um bom Catálogo de Serviços (o Milldesk tem esse recurso e muitos outros), que conforme delimitado pela própria ITIL é: “um subconjunto do Portfólio de Serviços da Organização, que consiste de todos os serviços ativos e aprovados que podem ser oferecidos aos atuais e futuros clientes da organização”. 

>> Saiba mais: 7 curiosidades sobre ITIL que você deveria saber!

3 – Lúcifer não volta ao passado e nem você profissional de serviços de TI. Portanto, foque na experiência do cliente. 

Um outro ponto interessante sobre Lúcifer Morningstar é que ele considera a experiência como algo essencial em sua existência e ele jamais voltaria ao passado para corrigir todos os erros nos quais ele esteja envolvido diretamente ou indiretamente. 

Gif Trixie filha de Chloe perguntando: "Is Lúcifer a magician?"

Se em um momento anterior o profissional de serviços de TI estava mais ligado ao puro desenvolvimento e manutenção de sistemas de gerenciamento de negócios, hoje o quadro é bem diferente. 

Nos dias atuais o profissional de TI precisa ser ao mesmo tempo uma força motivadora e catalisadora de tecnologia. Precisa ser um facilitador e até mesmo um criador de experiências de suporte, atendimento agradáveis. Hoje, é preciso ajudar a alavancar os negócios. 

Toda e qualquer estratégia de customer experience passa por uma equipe de suporte e atendimento bem treinada e por diferentes canais de atendimento. 

É extremamente essencial que o seu cliente encontre uma forma de comunicação que o agrade; seja ela por escrito, seja por voz, seja presencial. Mais do que isso, ele precisa receber o mesmo nível de atendimento, independentemente do tipo de canal que escolher.  

E para ter um bom atendimento, é imprescindível investir em treinamento e capacitação. Se você profissional de serviços de TI, possui por exemplo um cargo gerencial, a dica é: acompanhe o seu time de perto e tenha dados e métricas para avaliar o time.  

E claro, faça pesquisas de satisfação constantemente. 

>> Saiba mais: Como você avalia sua satisfação com atendimento realizado?

4 – Conhecimento é poder, então use-o! 

Lúcifer geralmente não suja suas mãos, prefere usar a inteligência e seu poder indução para ver como as situações se desenrolam. Possui um tipo de pseudo-onisciência uma quantidade quase infinita de conhecimento, além de ser muito sofisticado. 

Imagem Lúcifer sentado na mesa de escritório de Chloe. Profissional de prestação de serviços de TI

Independente das suas escolhas na carreira de TI, torne-se um especialista

O mundo está cheio de pessoas que sabem um pouco de cada coisa ou até podem saber muito sobre vários assuntos, os famosos generalistas, mas eles nunca superarão um especialista

O especialista sempre irá tirar sua vaga, desbancar seu negócio, roubar seu cliente, pois ele sabe mais que você, como ele só faz isso ele tem mais experiência, ele já errou mais e sabe coisas que muitos não sabem. 

Então se escolher uma determinada área, mantenha o foco, estude tudo que o que há, teste-se, domine o assunto. Outras dicas bacanas são: faça uma boa certificação e aprenda inglês. Falar inglês vai lhe abrir as portas do mundo e elevar seu conhecimento a nível mundial. 

Parece assustador, mas a carreira de TI é diferente de outras, mas se você gosta do que faz e ama aprender sobre isso, pode acabar se divertindo como Lúcifer, a cada dia. 

>> Saiba mais: 5 passos para montar um Help desk eficiente.

5 – Tenha seu estilo, sua marca pessoal. Invista no seu marketing! 

Não poderíamos esperar nada menos do que um estilo impecável do Diabo, não é mesmo? Ele sabe trabalhar perfeitamente a sua imagem pessoal, sempre vestindo ternos muito bem cortados, com finos sapatos italianos e um grooming profissional. 

Lúcifer estilo. Lições da série Lúcifer para profissionais de prestação de serviços de TI.

E como isso se aplica a você no seu dia a dia? 

Lembre-se de que a primeira impressão importa MUITO e ela vem das suas roupas e outros atributos visuais. 

Goste ou não, as pessoas de modo geral, respondem ao modo como estamos vestidos. E ele está coberto de razão: nós respondemos ao status, que é transmitido pela nossa vestimenta. 

Se por exemplo, você é um profissional de serviços de TI terceirizado, que está prospectando novos clientes, tentando convencer o proprietário de alguma empresa de que você tem as respostas para os problemas de TI dele, é importante estabelecer um alto nível de respeito antecipado

Por mais competente que você seja, por mais que você tenha a solução para um problema técnico sério – se no entanto, parecer que saiu da rua, ou de alguma construção, dificilmente conseguirá despertar a atenção do possível cliente ou sua chefia. 

Segundo alguns especialistas, quando duas pessoas se conhecem, seus cérebros demoram apenas 3 segundos para formar uma primeira impressão.  

De acordo com um estudo publicado pelo Washington Post, a roupa tem uma influência tremenda na performance de um profissional. Portanto, não custa gastar uns cinco minutos a mais na hora de se arrumar para o trabalho.  

A estratégia parece fútil, mas pode ajudar a melhorar a sua imagem profissional. Se você quer parecer um profissional cuidadoso, cuide também da sua aparência. Isso de modo algum quer dizer que você deve adotar um estilo não condizente com sua personalidade. 

Isso não significa que todos os dias você deva estar de terno e gravata, mas sim, que deve não apenas adequar-se ao traje do ambiente do seu trabalho ou do seu cliente, mas fazer disso o seu “cartão de visitas”.

Acredite, essa simples atitude, irá contribuir muito para a construção do seu marketing pessoal e do modo como os colegas de trabalho ou possíveis parceiros de negócios olham para você.

>> Saiba mais: Como fazer marketing para serviços de TI.

6- Ainda sobre marca pessoal: assim como Lúcifer, afirme sua personalidade e construa boas relações! 

Além de ser dono de um estilo elegante, Morningstar também é detentor de uma personalidade extravagante: é super autoconfiante, bem humorado, egocêntrico, convencido.  

Ele se hipervaloriza e é claro que você não precisa encher tanto a sua bolinha quanto ele faz com a própria marca pessoal.  

Gif Lúcifer festejando.

Porém, você precisa valorizar quem é, o que você faz, mostrar seus diferenciais, suas vantagens, ajudar seus clientes (efetivos e em potencial) no seu dia-a-dia

 Cada profissional é um indivíduo e como tal é único, e deve buscar o seu estilo próprio, investir nele e reforçá-lo. E isso vale para o modo como se veste, como também para o modo como se porta, trabalha, relaciona, etc. 

Simplesmente porque a maneira como nos apresentamos ao mundo é muito importante para as relações pessoais e profissionais. E no mercado de TI, o que faz a diferença não é só o equipamento ou o nome da empresa, é também o profissional.  

O serviço nada mais é do que um conhecimento aplicado, o produto final que servirá para os objetivos de negócios do seu cliente ou empregador. Por isso, aprenda a vender seu peixe, mais do que realmente ser um profissional de excelência, aparente cada vez mais ser um (mas sem arrogância, por favor, rs). 

O profissional de serviços TI precisa não só ter algumas habilidades técnicas essenciais, para obter sucesso na carreira, mas também precisa ter habilidades de relacionamento e/ou de liderança

Afinal as habilidades técnicas estão e sempre estarão evoluindo e, embora seja importante estar permanentemente atualizado, é ainda mais importante desenvolver novas habilidades, demonstrar outras atitudes na lida diária

Na série, por exemplo, Lúcifer se relaciona muito bem com as pessoas, faz acordos, trocas… Mas não é só isso.  

Ele tem pessoas fieis a ele, seja por adesão a um estilo de vida como (a diabinha Maze), por parentesco (o anjo Amenadiel), por amizade (Dra. Linda) e até por amor (detetive Chloe).  

Gif Lúcifer dizendo: "Lucifer likes."

Necessário lembrar que um profissional de serviços de TI não lida apenas com sistemas e hardwares. É preciso estar em contato direto com os clientes (internos ou externos) e os demais membros da equipe

Para isso, é essencial saber se posicionar, se comunicar da melhor forma possível, entendendo todas as demandas apresentadas pelos contratantes e também as soluções encontradas pelo seu time.  

E também é extremamente relevante tanto para prospectar novos clientes, como para manter seus atuais. 

Lembre-se de que um trabalho de TI bem-feito geralmente passa despercebido, mas se a tecnologia falha é aquela comoção, falatório, que você bem conhece. Por conta disso, é necessário saber comunicar-se e relacionar-se bem com todos

Resumindo, vai muito além de saber aplicar o conhecimento na prática e se estende também ao comportamento e ao jeito de ser e estilo dos profissionais de serviços de TI. Agora que já descobriu muito mais sobre a série Lúcifer, se não fez ainda, vai lá correndo e faz aquela sessão para colocar todos os episódios em dia

E você que já assistiu, concorda com as lições? O que mais você aprendeu com a série? Esperamos que tenham curtido as dicas!

>> Saiba mais: De que forma a Série La Casa de Papel nos ensina alcançar a eficiência do help desk

Banner: modelo de contratos de prestação de serviços grátis.