Vantagens do trabalho remoto para profissionais de TI.

Se há um assunto que não tem lá muita unanimidade na indústria da TI, esse assunto é o trabalho remoto.

Há um eterno debate entre home office versus trabalho na empresa e tal qual velhos debates que exigem lados contrários, cada bando (prós e contras) acaba por se entrincheirar com suas “verdades”, sem dar o braço a torcer.

O tema acabou se acentuando há alguns anos quando Marissa Mayer foi nomeada CEO na empresa Yahoo; uma das primeiras medidas tomadas por ela foi eliminar a opção dos colaboradores trabalharem remotamente, o que gerou uma espécie de mini escândalo no Vale do Silicone, sendo tachada de arbitrária e anti tecnológica.

Mas a realidade era que a CEO tinha em suas mãos um arcabouço de informações oriundas do RH da empresa que deixava bem claro que a maioria dos colaboradores que exerciam suas atividades remotamente eram altamente improdutivos!

Isso mesmo que você leu, os funcionários traziam pouco resultado para a empresa. Durma-se com um barulho desses! Obviamente, que a realidade dos trabalhadores remotos da Yahoo não pode ser aplicada a outras empresas, como se diz por aí, cada caso é um caso.

Não que não houvesse empregados dentro do Yahoo altamente produtivos trabalhando remotamente, com certeza havia e acabaram sendo prejudicados pela medida tomada, mas a produtividade de cada pessoa depende de muitos fatores, porém um fator é o mais determinante nessa equação: a personalidade do indivíduo!

Bem, independente dos fatores individuais da personalidade de cada profissional e de suas circunstâncias, vamos enumerar algumas das principais vantagens do home office.

  • Menos stress: “não há lugar como o nosso lar”, a menos que existam circunstâncias fora do normal, geralmente tende a ser um lugar menos estressante que o escritório ou dependências da empresa.
  • Trânsito e gasto com combustível só quando for preciso ou você quiser: adeus aquele trajeto chato e diário até a empresa! Adeus ao stress da ida e da vinda, gastos periódicos com combustível, ainda mais nos dias atuais, só essa simples vantagem já é o suficiente para tentar convencer sua chefia a aderir ao trabalho remoto. Sem contar que no estado atual das estradas brasileiras, seu carro se pudesse, também agradeceria.
  • Mais saúde física e mental: Trabalhando em casa terá mais flexibilidade para manejar seu tempo (claro que tudo depende da sua disciplina e organização), isso por exemplo, permitirá dedicar tempo e energia aos seus filhos, algum hobby, estudos ou até mesmo fazer exercícios físicos, render-se à moda “fit”. Coisa que no dia a dia de bater cartão, encarar trânsito e demais compromissos, não sobra tempo.
  • Crescimento pessoal: este ponto tem forte ligação com o anterior e novamente depende da sua organização. Se você gosta de explorar novos horizontes, a flexibilidade desse modelo de trabalho permitirá correr atrás de novas habilidades, tanto profissionais como pessoais. Certificações, novos idiomas, até mesmo começar um “side business” para ganhar uma graninha extra, etc.
  • Sem regras de vestimenta: seja uniforme, seja ter de andar elegante o tempo todo, isso não será mais um problema. Não terá de seguir nenhum código de vestimenta preestabelecido para fazer seu trabalho. Por mais que pareça algo bobo, isso pode ser um fator positivo na psique e consequentemente ajudar na criatividade.

Obviamente que há também pontos desfavoráveis, afinal é um modelo de trabalho bom, mas não perfeito e em linhas gerais tem muito mais relação com a sua auto organização, capacidade de concentração e autodisciplina e claro o ambiente precisa ser propício para o desenrolar dos trabalhos (ergonômicas, internet, etc).

Programadores, desenvolvedores de softwares, criadores de aplicativos e outros profissionais da área de Tecnologia da Informação têm chances de trabalharem no conforto de casa, assim como os webdesigners, pois se tratam de profissionais que no geral lidam com projetos e por isso tem mais probabilidade de trabalhar sozinhos.

Para que o trabalho em casa realmente funcione para uma organização é necessário ter uma conectividade praticamente instantânea com a infraestrutura de TI da empresa.

As conexões com a infraestrutura de TI a partir dos escritórios em casa devem ser quase tão boas quanto a conexão de dentro das paredes do escritório corporativo.

No mínimo, isso vai exigir uma solução de VPN robusta e fácil de usar e com uma conexão confiável de alta velocidade para a Internet e graças aos avanços, atualmente há muitos bons VPN´s (Virtual Private Network) que facilitam e muito o trabalho de maneira remota.

Se bem executadas, as políticas de trabalho à distância podem ter muitos benefícios, tanto para o colaborador como para a empresa (como já falamos algumas vezes aqui mesmo no blog) incluindo diminuição dos custos de infraestrutura, funcionários mais contentes e aumento da produtividade e consequentemente do fluxo de caixa.

E se depois de tudo o que foi dito nesse texto, você se interessou pelo trabalho remoto, que tal um papo reto e sincero com sua chefia sobre as vantagens desse modo de trabalho (especialmente para a organização) e que valor você poderia aportar à empresa se lhe fosse permitido experimentá-lo?