Algumas simples estratégias para melhorar a produtividade na área da TI.

A produtividade não é baseada apenas no tempo gasto trabalhando em um projeto, o tempo de solução de problemas do dia a dia, também se trata de como se comunicam os projetos, sua utilidade e seu retorno sobre investimento, entre outros fatores.

E alcançar esse equilíbrio depende de várias ações que os líderes das organizações devem tomar e que destacamos algumas das mais simples:

Alinhar a tecnologia com os negócios

Uma das principais maneiras de melhorar a produtividade é alinhando os esforços de TI com os demais setores da empresa.

Muitas vezes um departamento está tentando melhorar a produtividade em áreas específicas que consideram vá gerar valor ao negócio e isto talvez, não esteja alinhado à estratégia que a companhia esteja planejando.

Compreender o usuário final

Em tecnologia é normal ver as equipes de TI tão distantes, no entanto os negócios e a convergência entre as áreas tem feito esta fronteira desapareça e solicite a integração das tecnologias em todos os postos de um negócio.

Independentemente da natureza da companhia; as áreas de TI devem focar os seus trabalhos na inovação e transformação do negócio, procurando espalhar sua área de influência a todas as facetas da empresa; desde os recursos humanos, área financeira, de desenvolvimento de produtos enfim, sempre destacando o valor da tecnologia para o negócio.

Em termos práticos é, por exemplo, iniciar um projeto- enviando a equipe de TI para trabalhar com uma carga definida de tempo ao departamento onde o projeto seria implementado, para como se diz por aí, sentir o feeling da coisa.

Dessa forma, aprenderiam em primeira mão as necessidades reais e poderiam entregar um produto mais consoante com a realidade do negócio ou departamento.

Ferramentas adequadas e de suporte à produtividade.

As ferramentas podem melhorar ou diminuir a produtividade e em muitos casos até reduzir ou evitar o cumprimento das metas.

Se deve considerar que as equipes com que se trabalhe suportem a tecnologia disponível, para cumprir em tempo hábil às necessidades do projeto.

Além disso, se podem agregar ferramentas de gestão de tarefas, de eventos, reuniões, projetos, de apresentação de ideias, de gestão do conhecimento, etc, que facilitem a informação; a organização e produtividade pessoal dos colaboradores.

Gestão do tempo

Outra maneira de melhorar a produtividade é através da gestão do tempo não utilizado.

Muitas equipes, especialmente departamentos de TI dentro de empresas, trabalham dando suporte e esperam que ocorra um incidente para atendê-lo, o desafio aqui é administrar o tempo morto quando não há incidentes.

Este tempo pode variar de acordo com os recursos e a capacidade de cada equipe de TI, mas sempre existe e pode ser utilizado em criar novos projetos, liderar iniciativas ou para realizar avaliações e análises que possam ajudar a organização.

Capacitação contínua

Uma tecla que sempre batemos em vários artigos.

A tecnologia avança com as ferramentas e técnicas para atingir as metas, por isso, é importante dar a cada empregado tempo e recursos para manter-se em dia, com as novidades de cada área de trabalho.

Revisar formas de trabalho e buscar alternativas

Atualmente o teletrabalho, trabalho remoto ou trabalho à distância, está se tornando cada vez mais importante para os funcionários cujas funções podem ser desenvolvidas sem precisar necessariamente estar presente no ambiente da empresa, como nos casos de algumas equipes de TI.

Além disso, não estamos falando do colaborador passar a adotar esse modo de trabalho em tempo integral (se for o caso), mas sim dedicar dias específicos para esta modalidade.

É por exemplo uma dica valiosa para lidar com a chamada geração Millennial, que em muitos casos se adapta melhor ao estilo de trabalho por metas que ao trabalho por horário.

Afinal ter uma pessoa sentada ou de corpo presente na empresa por 8-12 horas, não é sinônimo de produtividade.

Ficam as dicas!