Alguns benefícios do uso de ferramentas de acesso remoto.

O suporte remoto é o queridinho da vez, está ganhando cada vez mais espaço nas empresas brasileiras.

E não é para menos todo esse frisson, uma vez que proporciona a otimização do tempo, eleva a performance das equipes e pode ser utilizada para a gestão de empresas, se mostrando como uma importante vantagem competitiva.

O suporte remoto é por assim dizer, um dos maiores acontecimentos que a TI granjeou ao ambiente corporativo, uma vez que antes dele, todos os reparos nas máquinas, ações e processos tinham de ser executados dentro das instalações das empresas.

Com o advento da tecnologia, tudo isso mudou radicalmente.

Agora, a partir de um computador ou outro dispositivo móvel, pode-se acessar dados e máquinas da organização à distância e melhor: atualmente não se restringe apenas às atividades ligadas a manutenção e correção de problemas.

Na prática, ele permite que colaboradores acessem seus e-mails e arquivos pertinentes a seu trabalho a partir de um notebook ou dispositivo móvel; o compartilhamento da tela do computador em videoconferências; além de possibilitar o acesso de uma estação de trabalho pelo técnico ou gestor, mediante permissão do usuário.

Tudo isso implica em uma mudança considerável no modelo de trabalho, proporcionando grande mobilidade aos profissionais e o aumento de produtividade como um todo.

Geralmente, esse tipo de acesso é realizado a partir de uma Rede Privada Virtual (VPN), que garante maior segurança aos servidores e informações da empresa.

No entanto, o suporte remoto pode ser realizado também via web e controlar computadores de terceiros, o que é interessante para o setor de TI, que pode realizar reparos e atualizações sem a necessidade de ter um técnico diante de cada máquina.

Obviamente nem tudo são flores quanto à esta questão do suporte remoto, uma vez que, por um lado, toda essa inovação traz diversas facilidades, vantagens, para o dia a dia das companhias, por outro, carrega consigo o ponto negativo da vulnerabilidade.

E isso se dá pelo fato de que tablets, laptops e computadores externos acessam a rede corporativa e podem conter vírus ou malwares, permitindo a entrada de hackers, caso não sejam tomados os devidos cuidados.

Se ocorrer uma invasão, a companhia pode ter seus dados violados, colocando sua credibilidade em risco frente ao mercado.

Claro que existem muitas maneiras de se evitar o acontecimento desses infortúnios e não nada muito complicado, veja algumas delas:

  • Tenha uma política de segurança bem definida;

  • Promova treinamentos de sua equipe;

  • Mantenha antívirus e firewalls em dia;

  • Não menospreze o poder de uma boa criptografia e senhas fortes;

  • Privacidade com o suporte remoto: promova o monitoramento de rede e do tráfego de dados, criando um ambiente virtual controlado.

No que diz respeito a este último aspecto quanto mais se utiliza esse recurso, maior é a mobilidade que a organização tem, o que ocasionalmente pode trazer riscos à proteção de dados.

Uma solução é restringir o acesso via dispositivos móveis, que só devem ser liberados para colaboradores em posições estratégicas na companhia, e promover a limitação de sites da internet, manter o controle de dados confidenciais, etc, visando o aumento na segurança.

Sem esses cuidados, o acesso à rede interna seria ilimitado, o que resultaria em roubos de informação, infestações de pragas virtuais e má utilização da internet da empresa.

Mesmo com esses riscos, os benefícios que o suporte remoto traz continuam sendo maiores.

O sonho de qualquer gestor: redução de custos.

A flexibilidade tecnológica colabora e muito para a redução de custos na empresa.

Com ferramentas simples, não é mais preciso que os funcionários da equipe técnica se desloquem de um lugar a outro.

Com o suporte remoto, o colaborador que vai fazer os reparos a partir de sua própria estação de trabalho, de onde acessa o dispositivo que precisa de reparos e já efetua as correções necessárias, simples assim.

Isso acaba gerando uma grande economia de tempo e recursos para a empresa, pois não há gastos com deslocamento do profissional e muito menos quem precisa do auxílio precisa esperar muito.

Isso é importante para não impactar na produtividade do colaborador afetado pelo problema, fazendo com que a suspensão das suas atividades se dê no menor intervalo de tempo possível.

Incremento na produtividade.

O uso de VDI (Virtualização de Desktops) é uma medida que viabiliza esse objetivo. Cada profissional tem acesso a uma máquina virtual própria, com todas as aplicações necessárias para o desenvolvimento do trabalho, independentemente de onde esteja.

Basta ter acesso à Internet para poder trabalhar, seja em casa, viajando ou entre itinerários em aeroportos.

Com as informações concentradas em um desktop virtual, o profissional não precisa levar consigo um notebook.

É possível acessar a máquina a partir de lan houses, centros de serviços em hotéis ou qualquer outro computador público com a mesma segurança que o negócio oferece internamente.

Chega de apagar incêndios. Agora é tempo de ser proativo.

Não é novidade pra ninguém que muitas vezes o suporte/TI atua reativamente, apagando incêndios todos os dias por não haver uma atitude proativa com relação à manutenção do parque tecnológico das organizações.

A implementação de ferramentas de acesso remoto, possibilita o cadastro de até dois profissionais para acessar remotamente os servidores da empresa a fim de realizar manutenções proativas, agendamento de backups, etc, a partir de qualquer dispositivo.

São ações como essas que permitem que as tarefas mais básicas sejam executadas de maneira automática e a equipe de TI fique liberada para investir tempo e esforços em novas soluções.

Os custos de manutenção reduzem significativamente e a organização ganha bastante agilidade e eficiência.

Se convenceu agora da importância de adotar esse tipo de tecnologia na sua empresa?