Dicas para tirar proveito da tecnologia, mesmo não sendo uma empresa de TI!

Mesmo para as empresas que não atuam no ramo da TI a tecnologia se tornou essencial, e não saber aproveitá-la de maneira adequada é um grave erro para qualquer negócio, pois se utilizada de modo correto pode chegar a aumentar a produtividade, reduzir prazos e até custos.

Porém, utilizar a tecnologia de maneira adequada não se limita somente a ter computadores de última geração e uma excelente conexão de internet, pois atualmente existe uma grande variedade de ferramentas que podem ajudar a aumentar significativamente o desempenho de seus colaboradores, por isso é extremamente importante conhecer e utilizar as diferentes soluções de software e hardwares.

Laptops, smartphones, tablets e inclusive relógios inteligentes, entre outras inovações estão mudando ou mudarão ainda mais a maneira como se faz negócios, por isso quanto mais a tecnologia se tornar aliada do seu negócio, melhores poderão ser os resultados.

Temos sugestões para que sua empresa mesmo não sendo do setor de TI possa tirar todo proveito da tecnologia:

Quem não se comunica, se trumbica

Em primeiro lugar é preciso que haja uma troca de informações entre o setor responsável pela tecnologia da empresa, ou os profissionais responsáveis se não houver um setor específico, com as demais setores da empresa.

O departamento técnico (ou os responsáveis técnicos) nem sempre seleciona as opções mais práticas, e do outro falta conhecimento para explicar um problema, mas deve existir alguém que faça a ponte entre o pessoal de vendas, de tecnologia, de produtos, e ver quais são os gaps que estão acontecendo, oportunidades no mercado que a empresa poderia implementar e assim sair na frente da concorrência.

Compartilhe boas práticas

Acredite nas ideias de seus colaboradores. Muitas vezes, eles encontram formas de facilitar o serviço, ou então aumentar a produtividade. Pode ser na utilização do Google Docs para compartilhar informações de forma mais rápida, ou então no uso do Whatsapp para manter contato com clientes, por exemplo.

Vai valorizar o profissional e ainda melhorar o processo.

Redes sociais? Quem quer fazer negócios não bloqueia

Embora ainda existam empresas que insistem bloquear o acesso às redes sociais, estas simplesmente estão lutando uma luta inglória – basta a mão ao alcance do smartphone e o Facebook estará lá.

Mas tentar agregá-la como meio pode ser interessante. Um vendedor, por exemplo, pode usar seu Whatsapp para tirar um pedido; O SAC pode usar o Twitter para saber o que as pessoas estão achando do produto novo… E por aí vai.

Essas novas ferramentas permitem uma interação mais personalizada, além da possibilidade de fornecer a clientes e possíveis clientes conteúdo especializado, coisas interessantes, humor, uma boa forma de estar no dia a dia do seu público alvo.

Sem medo de arriscar, abra a mente

O ambiente digital abre portas em ramos que, essencialmente, empresas não atuam. O importante é prestar atenção no movimento do mercado. O Netflix é um bom exemplo disso.

Fundado em 1997, ele era uma locadora online. Dois anos depois, introduziram o conceito de pagar uma taxa fixa e alugar o número de filmes que quiser. Com a evolução da tecnologia, passaram a adotar o streaming e, hoje, bem não precisa nem falar…

Se a tecnologia permite criar um novo horizonte em sua área de atuação, tenha ousadia e não tenha medo de se arriscar.