Que tal melhorar a relação da equipe de TI de sua empresa com seus usuários internos?

O atendimento aos usuários internos é o cartão de visita da área de TI, especialmente para o alto escalão da empresa.

E se esse atendimento não for satisfatório, contribuirá negativamente para a imagem do departamento de TI dentro da própria empresa.

Muitas empresas colocam jovens profissionais para fazer o atendimento dos usuários internos, em alguns casos com experiência menor do que os próprios usuários, basta lembrar que atualmente a informática está largamente difundida e faz parte do cotidiano das pessoas.

Nessa área deve-se investir no bom relacionamento entre o pessoal de suporte técnico e os usuários.

A verdade é que o setor de TI precisa não apenas de treinamento técnico, mas também de técnicas de relacionamento interpessoal.

Uma equipe eficiente não significa que o técnico da linha de frente tenha que conhecer profundamente cada uma das tecnologias instaladas na empresa, significa que a área de TI tem que montar um processo eficiente para atender os usuários.

Como se dá isso na prática? Simples, coloque pessoas de bom relacionamento na linha de frente (Help desk e atendimento de campo) e mantenha um time de especialistas no back-office.

Estabeleça procedimentos claros e repetitivos para o pessoal da linha de frente. Caso o problema não seja resolvido transfira a responsabilidade para os especialistas do back-office.

Não deixe o pessoal de frente ser criativo na solução de um problema, a missão deles é executar os procedimentos definidos e manter um bom relacionamento com os usuários para evitar que simples problemas sejam escalados para níveis superiores da organização e que não reflitam na avaliação de desempenho da TI ante outros departamentos.

Por essas e outras queremos mostrar 4 aspectos que a equipe de TI deve ter em mente ao lidar com seus clientes internos, para que não ocorram problemas e dissabores, acompanhe:

Ter uma boa política de serviço.

A equipe de TI, como um departamento independente, deve definir com clareza os serviços e tempos de resposta que permitam satisfazer as necessidades de seus clientes internos, bem como, estar alinhada aos objetivos do negócio.

O que definitivamente pode significar o êxito para o departamento de TI é a implementação de diversos processos, que uma vez definidos geram confiança nos serviços e na qualidade entregues pelo setor de TI.

Para assegurar que a área de TI está trabalhando no que é importante para a empresa monte um processo de gestão de portfólio.

Isso ajudará a minimizar a pressão das áreas de negócios de desenvolver pequenos projetos com resultados desalinhados com os objetivos empresariais.

Outra dica bacana para que o usuário interno se sinta satisfeito é comunicar possíveis problemas relacionados com processos internos que possam afetar a entrega de uma solução a contento, por exemplo, burocracia excessiva para adotar um novo software.

Adotar medidas que melhorem as relações com os clientes internos.

Definitivamente a comunicação é uma das melhores formas de enriquecer a relação, no entanto, existem outras alternativas que igual as mencionadas anteriormente podem contribuir para criar um ambiente mais harmonioso entre o departamento de TI e outros setores da empresa.

Definir acordos de níveis de serviço responsáveis e procedimentos que sejam transparentes, lineares e que realmente gerem valor para seus clientes internos é sempre uma boa estratégia.

O importante é ser sempre claro a respeito dos produtos e serviços que se pode fornecer e demonstrar as razões pelas quais algo não se pode levar a cabo.

Isso permite que os clientes internos entendam que também existem fatores limitantes na TI que não podem ser resolvidas se não houver investimentos em tecnologias, será mais fácil para a organização enxergar a tecnologia como aliada estratégica e não como um simples gasto em suas finanças.

Papo reto: sem falta de transparência, comunicação enrolada, tecnicismo…

 Certamente uma das principais debilidades que afetam o ambiente de trabalho e em consequência a relação de confiança é a comunicação.

A falta de transparência em muitos departamentos faz que muitos usuários internos vejam o setor de TI com certa desconfiança.

Essa percepção de escassez de transparência faz que muitos vejam a TI como um departamento mal gerido e desorganizado, que ao invés de ser proativo, tende a ser somente reativo ante os incidentes.

Adicione a tudo isso uma comunicação obscura, repleta de tecnicismos e de falta de clareza, que só complica o processo de comunicação, criando falsas expectativas  que ao final não satisfarão as necessidades do negócio.

Uma correta distribuição das atividades.

 Um bom software de gestão de Help desk e Service desk pode ser um grande aliado do seu departamento de TI, pois, possibilita que sua equipe de suporte responda em tempo e forma às demandas e possa ser proativa.

Essa ferramenta pode inclusive auxiliar em uma melhor distribuição das atividades, controle das horas gastas com atendimento, etc.

O Milldesk por exemplo, que com apenas um clique seja possível averiguar o total de horas gastas nas atividades realizadas em cada cliente, o que dentre outros fatores, otimiza e muito a produtividade do setor de suporte/TI.

Esperamos que o artigo seja de grande valia para o seu negócio e contribua para o sucesso de empresa!