Sua empresa tem um plano de resposta à violação de dados?

Há alguns meses vivenciamos um grande escândalo de vazamento de dados envolvendo o Facebook, a empresa Cambridge Analytica e até a última eleição presidencial dos Estados Unidos.

A dimensão foi tão grande que voltou os olhares do mundo para a segurança da informação e para as políticas de privacidade das plataformas e canais digitais em geral.

Usuários comuns e organizações, todos alarmados, então surgiu a questão: será que as empresas possuem um plano de resposta à violação de dados?

Após a explosão desse vazamento de informações histórico, considerado o mais grave até os dias atuais, o debate sobre os incidentes de segurança tomou conta das rodas de conversa e extrapolou as paredes do mundo corporativo. Chegou ao dia a dia do consumidor e escancarou a fragilidade dos recursos e das políticas de segurança.

Diante disso, vamos discutir a importância de cada organização desenvolver o seu plano de resposta à violação de dados e como ela pode se proteger diante dos riscos atuais nesse campo.

Violação de dados: aspectos do cenário atual

Vazamento de informações confidenciais, baixa proteção para a privacidade do usuário, uso indevido de informações e sequestros de dados: tudo isso tem sido um desafio e uma pedra do sapato de algumas empresas.

Há alguns anos, apenas as grandes corporações eram alvo de ataques e fraudes, porém mais recentemente, o crescimento do número de pequenas e médias empresas despertou o interesse de hackers e usuários mal-intencionados. Ou seja, todas as empresas, de todos os tamanhos precisam se proteger.

Embora esse ponto vulnerável ameace a todas a companhias, de acordo com o relatório da consultoria Kroll, publicado ano passado, apenas 30% das empresas possuem políticas e recursos de proteção adequados. Um dado alarmante e que expõe os negócios a bastantes riscos e prejuízos, como veremos a seguir.

>> Saiba mais: Os desafios de um helpdesk global

Impactos negativos da violação de dados para as empresas

Você já parou para pensar no tamanho do estrago, caso seus dados sejam violados? Ainda não? Pois é bom começar a prestar atenção nisso agora mesmo. A quebra da privacidade das informações da sua empresa pode atingir níveis sérios de complicações e prejuízos. Listamos alguns dos principais, veja só:

  • Exposição de dados sigilosos da organização e dos clientes;
  • Perda de informações e banco de dados;
  • Redução da confiança dos clientes na sua marca;
  • Prejuízos financeiros de diversas origens (recuperação de dados, ressarcimento de perdas a clientes, reparação do sistema e até processos judiciais, entre outros);
  • Danificação do sistema;
  • Comprometimento da reputação da empresa;
  • Perda dos atuais e futuros clientes.

>> Saiba mais: 4 dicas fundamentais para a eficiência no seu helpdesk

Cuidados para a prevenção e segurança da informação

Certamente, você conhece aquele ditado popular: “seguro morreu de velho”, então pode ter certeza que em se tratando de segurança de dados, a sabedoria popular está certíssima. É preciso agir com antecipação para se proteger de ataques, não ser pego de surpresa e saber o que fazer caso aconteça com sua empresa.

Dessa forma, você deve tomar algumas medidas de prevenção, para reduzir os riscos e a vulnerabilidade do seu negócio. Confira passos fundamentais para isso:

  • Desenvolver guias e orientar os colaboradores quanto às boas práticas de segurança;
  • Restringir e monitorar o acesso aos dados, com hierarquias e devidas autorizações;
  • Analisar todas as possíveis brechas de segurança no sistema e corrigi-las o quanto antes;
  • Utilize também os recursos online que impedem o acesso ao banco de dados;
  • Monitore o sistema sempre;
  • Criar um plano de resposta à violação de dados.

>> Saiba mais: Métricas que indicam a satisfação do usuário

O que é um plano de resposta à violação de dados

Caso surja uma suspeita de violação ou aconteça de fato, como proceder? É para isso que existe o plano de resposta à violação de dados. Trata-se de um documento com orientações e procedimentos que devem ser realizados em situações de suspeita, denúncia e constatação de fraude no sistema e violação de dados.

O plano indica quais medidas devem ser tomadas, quem são os responsáveis, como e quem deve se comunicar com a imprensa, quais as orientações e auxílio deve ser dado aos clientes, entre outros direcionamentos.

Esse material deve ser revisado constantemente, para que esteja em acordo com as políticas da empresa e sempre atualizado.

>> Saiba mais: Quando um incidente de segurança chega até o cliente

A importância das empresas contarem com um plano de resposta à violação de dados

Ser pego de surpresa pode gerar um problema ainda maior, pois na pressão de resolver o problema atitudes e decisões equivocadas podem acontecer. Recomenda-se a criação de um plano de respostas para que as organizações:

  1. Previnam-se contra as ameaças;
  2. Identifiquem rapidamente os danos e os bloqueiem;
  3. Reparem o mais rápido possível os danos causados;
  4. Mantenham o grau de confiança dos clientes;
  5. Ofereçam suporte, recursos e agilidade para os colaboradores envolvidos na resposta.

>> Saiba mais: Recuperação de desastres: valor no atendimento ao cliente.

O papel do atendimento ao cliente na criação do plano de resposta à violação de dados

Em situações adversas como ataques ao sistema e vazamento de dados, é comum que se crie ansiedade e preocupação entre os clientes, afinal, estamos falando sobre algo muito sério. Assim, é fundamental que a equipe de atendimento redobre o cuidado com o cliente e preste todo o suporte e os esclarecimentos necessários.

O atendimento ganha um papel estratégico no processo, pois atua como ponte entre os clientes e a empresa e tem forte influência na maneira como o público em geral verá a atuação da empresa. Por isso, é relevante contar com representantes do atendimento na equipe que desenvolverá o conteúdo do plano de resposta.

Pessoas e entidades mal-intencionadas estão sempre em busca de falhas e brechas nas políticas de segurança da informação, devido a isso, é essencial estar atento e em dia com as medidas protetivas e reativas. Um plano de resposta à violação de dados torna sua estratégia mais consistente e torna sua empresa mais confiável e preparada para oferecer o melhor atendimento aos clientes.

>> Saiba mais: A expectativa do cliente impulsiona a entrega de TI!

Se sua empresa ainda não conta com esse plano de resposta à violação de dados, desenvolva agora mesmo.

Continue nos acompanhando no blog do Milldesk e siga nosso perfil no FacebookTwitter,Youtube e  Slideshare!