Qual estratégia de alerta reduzirá o ruído de um monitoramento diário?

Estratégia de Alerta

O  monitoramento de sites, aplicativos e toda a infraestrutura de TI fornece informações imensamente úteis para melhorar a experiência do cliente baseada em desempenho da sua plataforma ou arquitetura tecnológica.

No entanto, essa informação é tão útil quanto o que sua equipe faz com ela. Porém, melhorar a estratégia de alerta de sua organização ainda é o grande desafio dos dias atuais para grande parte das empresas.

A realidade mostra que administradores de sistemas e gerentes de TI são bombardeados todos os dias por alertas de monitoramento de infraestrutura de TI. Alguns alarmes são críticos às operações da empresa, alguns contribuem para decisões futuras e alguns são simplesmente ruído.

Continue a leitura do artigo e saiba como otimizar sua estratégia de alerta reduzindo o impacto dessa “enxurrada” de mensagens e tornando o processo mais eficiente.

Desenvolvendo sua estratégia de alerta e monitoramento

Gif rapaz dizendo: "Let´s talk strategy!". Estratégia de alerta e monitoramento.

Basicamente, a estratégia de alerta e monitoramento de sua organização é um plano de longo prazo para abordar o desempenho da plataforma ou de sua estrutura de TI através do tempo e é essencial para obter o máximo benefício de seus dados de monitoramento.

Desta forma, as empresas que implementam práticas de monitoramento sólidas acham mais fácil resolver as interrupções do serviço.

As empresas que desejam desenvolver uma estratégia de alerta e monitoramento devem considerar o seguinte:

  1. Identifique e inclua todos os principais interessados ​​no processo de desenvolvimento da estratégia de alerta e monitoramento. Isso inclui desenvolvedores, garantia de qualidade, TI, gestão, suporte e serviço e marketing.

  2. Estabeleça tudo o que precisa ser monitorado em sua arquitetura, do site ao aplicativo para dispositivos móveis, de servidores aos serviços essenciais, inclua itens considerados estratégicos para as operações da empresa. Determine quais são as tarefas mais comuns e monitore-as.

  3. Discuta as mudanças futuras com as plataformas em diferentes equipes e planeje um plano para monitorar como essas mudanças afetam o desempenho.

  4. Defina metas de desempenho de benchmark. Estes também são úteis para determinar os critérios de alerta.

  5. Desenvolva uma  estratégia de monitoramento baseada em localização para ficar de olho no desempenho de seu público em todas as regiões importantes.

  6. Estabeleça de  quem é o trabalho  para lidar com cada parte do processo de monitoramento e avaliação.

  7. Defina a frequência de avaliação e ajuste essa frequência conforme necessário.

  8. Continue a reunir-se com as partes interessadas para revisar a estratégia de alerta a cada um ou dois meses.

Você pode simplificar as inundações de alertas para informações significativas, rapidamente priorizadas e encaminhadas para a equipe apropriada, com uma boa estratégia de alerta e monitoramento.

>> Saiba mais: 9 dicas para alcançar a excelência no atendimento Service Desk

Dando um passo além na estratégia

Gif homem afirmando: "Great Invesment". Estratégia de alerta.

Agora que tudo foi feito, dê um passo além em sua estratégia de alerta e monitoramento e junte as ações a métricas de monitoramento relevantes, para que você possa parar de observar constantemente as ferramentas de monitoramento de TI.

  1. Monitore as coisas sobre as quais você pode realizar uma ação

Primeiro, monitore apenas as coisas sobre as quais você pode realizar uma ação. As ferramentas de monitoramento de infraestrutura de TI geralmente têm um recurso de configuração automática que descobre todas as métricas disponíveis.

Isso resulta em centenas ou milhares de monitores configurados  e, portanto, alertas de TI até mesmo em uma pequena rede de 10 dispositivos. É simplesmente um exagero.

Para obter informações significativas, reduza os monitores para apenas aqueles que podem realmente exigir ação. Comece com os mais críticos e adicione monitores ao longo do tempo para que você não passe de zero alertas a ser inundado em um dia.

>> Saiba mais: Aumente a eficiência operacional do varejo através de um suporte inteligente!

  1. Diferencie entre informações críticas de status e informações de longo prazo

Para refinar ainda mais o gerenciamento de alertas de TI, diferencie entre informações críticas de status e informações de tendências de longo prazo.

Analise os alarmes gerados automaticamente que acompanham as ferramentas de monitoramento disponíveis perguntando se cada alarme representa uma informação crítica com um requisito de tempo ou uma informação valiosa apenas para fins de tendência.

Mantenha as informações sobre tendências e disponíveis, mas evite poluir as visões táticas do monitoramento da infraestrutura de TI.

  1. Crie alarmes para níveis de severidade variáveis

Agora você deve personalizar os alertas de TI na configuração de monitoramento de infraestrutura, criando alarmes para níveis de severidade variáveis ​​nos mesmos recursos de TI.

Alguns alarmes são barulhentos por natureza e suas configurações de limite contribuem para o ruído. Do outro lado, algumas configurações de limite fazem com que os engenheiros de TI não sintam problemas críticos porque o alerta está definido muito cedo.

>> Saiba mais: Dicas para a gestão de equipe de suporte!

  1. Coloque uma quantidade significativa de esforço no gerenciamento de alertas

Escolher e implementar a melhor ferramenta de monitoramento de TI é apenas metade da batalha. Sempre coloque uma quantidade significativa de esforço no gerenciamento de alertas: reduza alarme inútil e refine as informações coletadas.

Caso contrário, os gerentes de TI podem se afogar em um ataque de informações. Com a confiança de que a estratégia de monitoramento é adaptada para capturar as coisas importantes e alertar a equipe de TI de maneira oportuna, as organizações podem se concentrar mais no crescimento e nas operações dos negócios.

Por fim, atribua diferentes tipos de alertas a equipes diferentes com base em quem pode resolver melhor os problemas. Por exemplo, os problemas com o aplicativo podem ir para a equipe do aplicativo e ir até a equipe de TI, em vez de iniciar tudo com a TI e tentar atribuí-la a partir dela.

Portanto, gaste menos tempo deliberando quem deve tratar dos problemas.

E que tal contar com uma ferramenta de help desk que auxilia no controle dos alertas e ajuda na eficiência do seus negócio?  Conheça a Milldesk e veja como ela pode te ajudar! Além disso, não deixe de acompanhar o blog para saber tudo sobre suporte e atendimento ao cliente.

Banner minicurso gratuito sobre catálogo de serviços.