Seja um(a) encantador de clientes na Black Friday!

Mais do que alavancar as vendas e incrementar o caixa do seu negócio, a Black Friday é uma ótima oportunidade para conquistar novos clientes e fidelizar ainda mais os antigos. E claro, lucrar muito no meio do caminho. 

Mas como, porquê e onde surgiu essa tal de Black Friday, você deve estar se perguntando, não é mesmo?

Antes de falar sobre as melhores estratégias de venda, vamos descobrir um pouco mais sobre a Black Friday. 

>> Saiba mais: 6 dicas para melhorar as vendas no varejo com atendimento.

Um breve histórico da Black Friday. 

Imagem fila de Black Friday

A Black Friday surgiu nos Estados Unidos, numa data que seria o pontapé para o início das compras de Natal, lá ela é conhecida pelas filas quilométricas e consumidores fazendo plantão nas lojas para conseguirem os melhores descontos. 

A primeira edição no Brasil ocorreu em 2010, quando o site Busca Descontos reuniu várias lojas com o intuito de oferecer promoções imperdíveis.

E a partir desse ponto, cada vez mais brasileiros passaram a considerar a data como uma oportunidade para fazer ótimos negócios. Confira algumas estatísticas da Black Friday no Brasil em 2018, de acordo com a Ebit

  • Somente no e-commerce a data foi responsável pela movimentação de R$ 3,5 bilhões; 
  • Houve um aumento do tíquete médio que cresceu + 8%; 
  • A quinta-feira (véspera) superou as expectativas do mercado, com mais de 1,18 milhões de pedidos; 
  • O famoso e temido site Reclame Aqui recebeu 5,6 mil reclamações — a maioria por propaganda enganosa e maquiagem de preço; 

Ainda de acordo com os dados da Ebit em 2018 os eletrodomésticos (itens de linha branca e televisores) e smartphones lideraram a lista dos produtos mais vendidos na Black Friday.

De modo geral, os produtos com ticket mais alto, se deram muito bem durante o evento, além de eletrônicos, itens de informática, casa e decoração.

Sendo seguidos por itens de perfumaria e cosméticos, como pode ser visto no gráfico abaixo:

Dados Ebit Black Friday 2018.

Além do Brasil e claro os EUA, outros países estão começando a aderir à essa data, como: Canadá, Austrália, Reino Unido, Portugal e Paraguai.

Definitivamente nos últimos anos, as vendas online da Black Friday e da Cyber Monday tornaram-se uma parte essencial do calendário de compras das festas de final de ano.

Com preços reduzidos em eletrodomésticos, gadgets, acessórios, roupas, livros e eletrônicos, essa data é reconhecida como uma oportunidade fantástica de comprar presentes por um preço bem mais baixo.

Agora que você já conferiu um breve histórico e descobriu a importância desse “evento” comercial, fique atento(a) às nossas dicas para fazer bonito e lucrar muito!

>> Saiba mais: Queda nas vendas: algumas dicas para lidar com esse problema!

Pergunta que não cala: como se preparar para a Black Friday?

Imagem Black Friday loading.

Para aproveitar as oportunidades geradas pelo evento para conquistar e fidelizar mais clientes e movimentar seu fluxo de caixa, é importante você se preparar para essa data. Algumas iniciativas são fundamentais, confira a seguir.

>> Saiba mais: Por que o helpdesk é importante para o comércio eletrônico?

Preparar, apontar, fogo…

Obviamente elaborar estratégias criativas para atrair mais clientes é indispensável na Black Friday.

Mas é preciso não descuidar do básico: preparar sua equipe de vendas e toda sua estrutura de atendimento, preparar o site da empresa para receber uma grande quantidade de visitas na data da Black Friday.

Importantíssimo verificar junto ao serviço de hospedagem se o seu plano irá suportar uma carga excessiva de visitas.

Cuide quanto a existência de links quebrados, imagens que não carregam, se está tudo ok com o sistema de compras. Ah, outro detalhe: quando o cliente não usa a web para fazer negócio, ele a utiliza para pesquisar, comparar preços, pedir informações etc.

Por isso, trabalhe com mais de um canal de comunicação, tenha presença digital e amplie a cobertura de sua empresa. Falaremos mais sobre isso adiante!

>> Saiba mais: Precisamos falar sobre atendimento/suporte pós-vendas!

Dê aquela reforçada no estoque.

Além do atendimento diferenciado, seu negócio deve contar com um estoque maior de produtos. Afinal, as promoções e condições ofertadas favorecem o crescimento da demanda.

Sendo assim, você precisa ter um planejamento específico para a Black Friday. Uma boa estratégia é mapear as saídas de mercadorias do seu negócio. Com esse levantamento, você terá mais chances de acertar quais produtos tendem a ser mais requisitados.

Um bom conselho? Não aposte tanto na variedade mas sim na qualidade, ou seja, o maior diferencial é oferecer descontos agressivos. Porém, não é viável fazer isso com todos os produtos.

A sugestão é escolher alguns produtos nos quais seu negócio é mais competitivo. Fazer uma ótima negociação com os fornecedores e reforçar o estoque desses produtos. Desse modo, você pode conseguir bons descontos na aquisição e consequentemente oferecer descontos maiores aos consumidores.

>> Saiba mais: Frases de bom atendimento ao cliente para você dar show no seu dia a dia!

Hora do show: ofereça descontos de encher os olhos.

Sabemos que não é o seu caso, mas quando a Black Friday surgiu no Brasil, muitos “espertinhos” tentaram maquiar os preços para que eles parecessem menores durante a data (vide as 5,6 mil reclamações mencionadas acima).

Os clientes não são mais bobos e não caem mais nesse tipo de truque para azar dos desonestos. As pessoas estão atentas ao que é “maquiado” e ao que realmente é uma oportunidade imperdível.

E já que você não faz parte dessa “gentalha” desonesta apenas frisamos que faça o seu melhor e realmente capriche em suas ofertas, oferecendo realmente descontos imbatíveis. E deixar a concorrência no chinelo! 

>> Saiba: Frases de bom atendimento ao cliente para você dar show no seu dia a dia!

Estenda o tapete vermelho para sua audiência e quem já comprou de você!

Pra começar, crie um evento na fanpage de seu negócio, faça stories no Instagram pra já ir aquecendo a audiência e veja a mágica do engajamento acontecer.

Que tal conceder aos seguidores de suas mídias sociais e lista de e-mail um desconto ainda melhor do que aquele que será oferecido para quem nunca comprou nada de você? O mesmo vale para aqueles que já confiam em você, que já foram ou são seus clientes. 

>> Saiba mais: Cordialidade é requisito obrigatório para gerar uma boa experiência no atendimento ao cliente

Utilize o medo de perder a seu favor!

Aqui mesmo no Blog temos um artigo falando sobre gatilhos mentais (confira abaixo) e um dos gatilhos mentais mais poderosos é o da escassez. Por que estamos falando sobre isso? Bem, você já reparou que nós tendemos a tomar uma ação rápida quando temos pouco tempo para decidir, certo?

Pois bem, essa é uma estratégia que você pode utilizar na Black Friday. Se há algo que move o ser humano é o medo de perder.

Por isso, uma ideia bacana especialmente para quem te ecommerce é implementar um contador de tempo nas suas páginas de venda, algo como: “Esta oferta é válida por apenas X horas”. Acredite é uma estratégia simples, porém muito eficaz. 

>> Saiba mais: Do marketing para o Help Desk: como usar gatilhos mentais no suporte ao cliente.

Aumente e aqueça sua lista de e-mails.

Ao contrário do que se ouve dizer por aí o e-mail marketing não está morrendo, longe disso. É cada vez mais um forte auxiliar para as vendas, por isso que tal aumentar sua lista e promover o engajamento através dela?

Aprenda técnicas de copywriting ou contrate um bom profissional da área para criar newsletters fantásticas.

Ofereça conteúdo relevante e cativante para as pessoas que assinaram sua newsletter, incentive-as a compartilhar com seus contatos, faça campanhas em suas redes sociais para que as pessoas se cadastrem.

Comunique a elas que você está preparando ofertas incríveis para a Black Friday, converse com sua audiência e arrase nas vendas! 

>> Saiba mais: 7 passos para tornar um cliente indiferente em um fã de seu atendimento ao cliente!

Não esqueça dos dispositivos móveis.

Responda sinceramente: seu site está preparado para ser acessado por um dispositivo móvel? Se não quiser perder vendas, é bom se atentar a esse ponto.

Cada vez mais, cresce o número de vendas online através de dispositivos móveis (smartphones e tablets), por isso, esteja atento a esse tipo de experiência do usuário.

A melhor maneira de descobrir se seu site suporta uma boa navegação em dispositivos mobiles, é através deste teste de compatibilidade do Google. Teste agora! 😉

>> Saiba mais: Riscos de não adotar atendimento humanizado nas empresas!

Invista em Anúncios Patrocinados.

Embora a disputa no leilão de palavras seja alta nessa época do ano, Google Adwords, Facebook e Instagram Ads podem te ajudar bastante na Black Friday.

De novo: se você tem uma fanpage e perfil no Insta promova suas ofertas e descontos para as pessoas que curtiram sua página ou a seguem.

Crie anúncios em vídeo, carrossel, para chamar a atenção de pessoas. Use a criatividade na hora de criar suas campanhas de anúncios e otimize-as, descartando os anúncios que não geram resultado.

Posts patrocinados no Twitter também podem trazer bons resultados, uma vez que durante a Black Friday, muitas pessoas fazem uso de hashtags para encontrar descontos, por isso, vale a pena testar! 

>> Saiba mais: Mais de 30 livros sobre atendimento ao cliente para você se tornar f** e vender mais!

Use e abuse das Notificações Push.

Ainda sobre algumas ações de marketing, que tal aumentar o alcance das suas ofertas, notificando as pessoas assim que os preços baixarem? Você pode fazer isso através das notificações do Facebook e também das notificações Web.

Embora o email seja muito efetivo, nesse dia milhões de e-mails são disparados e muitas vezes, a caixa de entrada do seu cliente fica abarrotada de mensagens.

Ao utilizar as notificações de push, você entrega a oferta diretamente no celular do prospecto ou no momento em que ela abre seu navegador WEB.

É prático e traz resultados excelentes. Implemente esse recurso em seu negócio e verá um bom aumento em suas vendas, na Black Friday! 

>> Saiba mais: Saiba porquê clientes problemáticos precisam de um atendimento especial?

Atendimento e Vendas Pelo WhatsApp.

Praticamente todos os brasileiros têm acesso a esse aplicativo e certamente sua audiência ficará muito confortável tendo mais esse canal de comunicação, para tirar eventuais dúvidas que precedem o momento de compra. Explore esse recurso e maximize suas vendas! 

>> Saiba mais: 7 dicas rápidas para quem deseja oferecer help desk via WhatsApp.

Invista na tecnologia certa.

Se sua empresa ainda não possui um sistema de atendimento/suporte ao cliente capaz de organizar todos os atendimentos, sentimos muito dizer, mas você está em maus lençóis.  

Neste período de Black Friday as empresas costumam receber muitas solicitações, de todos os lados e ganha quem possui não apenas bons preços, mas também, quem possui um atendimento eficiente e rápido.  

Por isso o ideal é investir em ferramentas que permitam criar uma estratégia multicanal, que nada mais é do que integrar seus canais de atendimento para facilitar a comunicação com os clientes e levá-los à ação de compras. 

Ter uma ferramenta de atendimento adequada permite que nenhuma oportunidade de venda seja perdida.

E o mais bacana é que seu cliente será realmente atendido, seja qual for o canal por ele escolhido, não ficará sem resposta. 

>> Saiba mais: Sua empresa está fazendo tudo para melhorar o atendimento ao cliente?

Dicas extras para você faturar muito na Black Friday:

Black Friday vendas.

Treine seus colaboradores.

Imprescindível preparar seus colaboradores para dar conta da demanda, a partir de um atendimento empático, personalizado, eficiente e ágil.

A preocupação com a experiência de compra do cliente está nos detalhes e a linha entre o sucesso e o fracasso na Black Friday é muito tênue, portanto, prepare sua equipe. 

>> Saiba mais: ROI de investimentos em treinamento e capacitação.

Tenha cuidado com o frete.

Sem choro, nem vela, entenda que o cliente pode nunca mais voltar para sua loja virtual caso não fique satisfeito com o serviço prestado. Então trate a Black Friday com toda a seriedade que a data merece e esteja pronto(a) para dar suporte caso as pessoas procurem informações sobre a entrega.

Planejar e conversar com seus fornecedores e transportadores também é fundamental, pois você precisa passar um prazo de entrega real aos clientes.

No geral, as pessoas já estão acostumadas a pressupor que a entrega será bastante demorada, mas pense como seria bacana se você pudesse postar o quanto antes seus pedidos e surpreender sua clientela. Fidelização na certa!

>> Saiba mais: Saiba como converter a experiência do cliente em receita!

Descontos sim, prejuízo não!

Na hora de entrar de cabeça na Black Friday não esqueça de ser realistas à sua clientela, que não prejudiquem a margem de lucro de seu negócio.

De nada adianta se empolgar e oferecer preços que atrairão os clientes, mas que na outra ponta irão prejudicar o seu faturamento. A Black Friday não é apenas sobre ser um bom negócio para o consumidor, mas também para os lojistas (quer seja online, quer seja físico).

Viu? A Black Friday pode alavancar o seu negócio e os seus lucros, basta fazer o certo que tudo dá certo! As dicas pra você faturar muito estão aí, agora é com você!