5 coisas que sua empresa deve considerar antes de adotar um help desk na nuvem!

Imagem de tecla de computador com a palavra "Help". Help Desk na nuvem

Atualmente temos diversas soluções de cloud disponíveis dentre os mais variados segmentos. Desde serviços de streaming até lojas virtuais complexas, muitas empresas tem se beneficiado com essa tecnologia. E é nesse cenário que o help desk na nuvem se destaca.

Com ele, vários negócios passaram a gerenciar o atendimento de maneira mais prática, unificando todos os canais e praticando o ITIL com ferramentas em constante atualização. Isso tudo gastando menos e com mais escalabilidade.

Mas é claro que você precisa ser quase um Walter White, pensando em todos os cenários possíveis antes de adotar essa prática, né? Por isso, trazemos esse artigo com as principais questões que o seu negócio deve refletir sobre o assunto. Vamos lá?

Gif Walter White piscanco. Help desk na Nuvem.

Help Desk na Nuvem x Help Desk Interno

Mas antes de tudo, que tal abordarmos as vantagens de um help desk na nuvem em relação ao interno? Bem, podemos falar de muitas coisas relacionadas ao tema, mas para que esse texto não fique muito grande, vamos nos ater a três itens principais:

  • Economia;
  • Foco no negócio;
  • Escalabilidade.

Sobre a economia, tudo é muito claro: ao optar por uma solução cloud, você paga apenas pelo que usa. Ou seja, você só paga por algumas funcionalidades, caso só precise delas.

Além disso, muitas empresas também optam por reduzir o número de funcionários, visto que as operações básicas são sanadas pela ferramenta.

No entanto, isso não é muito recomendado, visto que entramos justamente na outra vantagem do help desk na nuvem: o foco no negócio.

Gif Jennifer Lopes dizendo: "It´s Business"

Se a empresa conta com algo que supre necessidades básicas, porque não realocar os colaboradores para alguma função que seja mais voltada ao objetivo central? Sempre é muito útil!

Por fim, entramos na escalabilidade que, como dito anteriormente, você só paga pelo que usa. Quando o empreendimento alcançar outro patamar (seja ele superior ou inferior), basta dar um clique e seu plano é modificado.

Uma evolução do help desk tradicional

Isso é algo muito diferente da antiga compra de produtos para um help desk interno. Afinal, ela te prendia a algo que pode ficar rapidamente desatualizado, te obrigando a fazer novas aquisições.

Em um trabalho interno, o mesmo cenário ruim acontece com a economia e o foco. Isso porque o empreendimento precisaria de muitos funcionários (logo, muito dinheiro) atuando em algo que não é a atividade fim (logo, fugindo do cerne do negócio).

O help desk na nuvem acaba com esses problemas, mas, como dito, você precisa considerar algumas coisas antes de adotá-los. Por isso, separamos 5 questionamentos para que você não vá às cegas a essa nova tecnologia! Vejamos abaixo.

Saiba Mais >> 5 atitudes para utilizar a nuvem como vantagem competitiva

  1. O help desk na nuvem oferece atendimento digital?

Quando procurar por uma solução cloud de atendimento, sempre busque saber se ela atende os requisitos digitais que a sua empresa requer. Afinal, muitas vezes o seu cliente precisará de um atendimento virtual.

Além disso, muitos consumidores também procuram os seus produtos ou serviços por diversos canais, tais como redes sociais, e-mail, chat etc. Portanto, certifique-se que a ferramenta oferece uma comunicação unificada, tanto online, quanto offline (se necessário).

  1. A solução cloud simplifica o gerenciamento?

Se a sua empresa está procurando por um help desk na nuvem que facilite o trabalho, não faz sentido contratar uma ferramenta que burocratize tudo, né? Portanto, busque aquelas que oferecem bancos de dados, automações, fluxos de chamados e tudo que possa ser importante para o negócio!

Além disso, vale ressaltar que a cultura de TI da empresa deve estar alinhada com esse nível de complexidade. Portanto, pense na curva de aprendizado que os colaboradores terão para entender todas as funcionalidades e se será preciso treiná-los.

  1. O help desk na nuvem privilegia o ITIL?

Trabalhar com um padrão de atendimento é essencial. Com ele, todos os colaboradores saberão como agir perante determinadas situações. E analistas de suporte experientes sabem que o ITIL ajuda bastante na montagem desse padrão!

Portanto, sempre busque por ferramentas que facilitam a adoção desse modelo. Seus clientes ficarão satisfeitos, seus colaboradores encantados e sua empresa terá muito menos dor de cabeça!

Saiba Mais >> 5 diretrizes para uma aplicação efetiva do ITIL

  1. A solução cloud oferece perspectivas futuras?

Todo bom gestor pensa no tempo de vida que cada serviço contratado terá e com um help desk na nuvem isso não pode ser diferente. Por isso, você precisa pensar em como essa ferramenta se encaixaria na sua empresa no futuro.

Ela oferece funcionalidades que poderão caminhar com o negócio por muitos anos ou seria algo apenas paliativo? E não se engane: algo paliativo não necessariamente é ruim. Às vezes é apenas o necessário para aquele momento, mas deve-se estudar e ver se o investimento vale a pena.

  1. O help desk na nuvem está sempre melhorando?

Falamos da escalabilidade no início do artigo e das perspectivas futuras acima, mas tudo isso também envolve as melhorias que a própria solução produz. Sendo assim, você precisa observar se a ferramenta oferece atualizações constantes, está atenta aos bugs e se eles são corrigidos!

Pode-se verificar esse item no site da empresa, a partir de reviews ou até mesmo entrando em contato com marcas que já utilizaram o software. Não deixe isso de lado, pois os updates são uma das maiores vantagens de qualquer serviço de assinatura – vide os filminhos novos que sempre recebemos no Netflix!

Gif homem comendo pipoca. Help desk na nuvem.

>> Saiba mais: Por que amamos o atendimento ao cliente da Netflix?

Pode ter certeza: quem quer ter um help desk na nuvem precisa estar atento a todos esses pormenores para que o processo seja feito com sucesso. Nesse caso, a Milldesk pode ser uma ótima solução. Clique aqui e conheça os recursos oferecidos pela nossa ferramenta!

Além disso, continue acompanhando o blog para receber mais dicas sobre atendimento!